Sexta-feira, 28 de Maio de 2010

REUNIÃO DA CML DE 26/MAIO/2010

Na reunião do passado dia 26 de Maio entendi oportuno apresentar um conjunto de problemas da freguesia de Alte que, no meu entender, constituem casos de não muito difícil solução e que, uma vez resolvidos, constituiriam um importante factor para fixação das pessoas no interior do concelho.

Ligação ao Monte da Estiveira

Deslocara-me, no dia anterior ao Monte da Estiveira, em Alte, e fiquei surpreendida com duas situações que me parecem de fácil resolução e que não iriam acarretar grandes dispêndios para a autarquia mas que contribuiriam para o bem-estar da população.

Uma delas prende-se com um caminho que me parece necessário.

Tive o cuidados de medir – cerca de 1500 metros em terra batida e em muito mau estado, que se fosse pavimentado, encurtaria em vários quilómetros, a distancia que os habitantes têm de percorrer para se deslocarem à sede de freguesia, uma vez que o caminho de que habitualmente dispõem os obriga a um longo desvio, passando pela freguesia vizinha de Benafim.

Perguntei, por isso, se está nos planos desta Câmara, proceder ao revestimento betuminoso desse caminho.

Abastecimento de água à Estiveira

Ainda no Monte da Estiveira, comprovei a inexistência de abastecimento de água aquele pequeno agregado populacional, o que obriga os habitantes a, segundo afirmaram, percorrer uma distância mínima de 2 Km até à Charneca da Nave, para se abastecerem de água.

Perguntei se está para breve, nos planos da autarquia, a resolução deste problema, pois parece-me que a situação facilmente seria resolúvel com a instalação de uma conduta - uma simples mangueira, uma bomba elevatória e a instalação de uma torneira num fontenário.  

Abastecimento de água aos Soidos

Nos encontros com a população, tomei conhecimento de outro problema, também relacionado com o abastecimento de água nos Soidos.

Para comprovar a situação que se me deparou, recolhi água num fontenário, numa garrafa que levei à reunião. A extrema turvação da água (ruiva, no dizer dos moradores) torna perceptível à simples vista desarmada, que essa água não é própria para consumo doméstico, menos ainda para beber.
Perguntei se a Câmara Municipal poderá tomar alguma providência no sentido de minorar este problema.

 Risco de tragédia em caso de incêndio

Ainda em Soidos, os moradores mostraram-se muito preocupados com o risco de incêndios naquela zona, uma vez que é impossível a passagem, por aqueles caminhos estreitíssimos, de qualquer viatura de bombeiros.

Perguntei se a Protecção Civil analisou esta situação de risco e se estabeleceu qualquer plano de emergência, para aquela zona, em caso de incêndio.

Conduta de água para Júlia

No trajecto de Estiveira para os Soidos, verifiquei que no sítio de Júlia, junto aos contentores dos resíduos sólidos, há uma conduta de água (um tubo de uma polegada e meia, talvez) que está à superfície, pondo em risco não apenas a própria conservação do tubo, mas também a saúde pública, através duma eventual contaminação da água de abastecimento.

Sugeri que se proceda à protecção da conduta, enterrando-a e resolvendo-se, deste modo, a situação.

Cerro da Galvana

Já na sede de freguesia verifiquei que o paredão de suporte do Cerro da Galvana, está descolado da respectiva sapata e, portanto, parcialmente suspenso.

Perguntei se esta situação está a ser monitorizada  

Via de acesso ao Cemitério de Loulé

Como todos podem comprovar, encontra-se num estado lamentável a faixa de rodagem da Rua Humberto Pacheco (Rua do Cemitério).

Quem circula de carro, verifica que o piso em paralelepípedos é uma ameaça para a mecânica automóvel; para quem se desloca a pé - e não podemos esquecer que a maior parte dos funerais são acompanhados a pé - as irregularidades do piso podem causar danos físicos às pessoas.

Perguntei se estão previstas para breve obras de reparação do pavimento que a meu ver não serão muito dispendiosas.  

Uma vez mais, o estacionamento para o mercado semanal de Quarteira

Finalmente, dei conhecimento que, também na véspera, me fora possível verificar que a corrente que impedia o acesso ao parque de estacionamento anexo ao Mercado da Roupa de Quarteira fora removida e que, ao contrário do que referira o senhor vice-presidente na reunião da semana anterior, os vendedores continuam a pernoitar nesse espaço.

 

Como resposta às questões apresentadas, o senhor presidente afirmou: 

“Por um lado fico satisfeito porque vejo que se preocupa com o concelho e por outro lado verifico que o facto de andar à procura de pequenas coisas num país onde as necessidades são tantas, parece existir alguma deformação na função de vereador”.

E acrescentou:

“No que respeita às questões do interior do concelho, nenhuma Câmara do Algarve investe tanto no interior como a CML”.

Comentário

Sem pôr em causa a segunda parte da afirmação, o teor da primeira parte da intervenção do senhor presidente da Câmara mereceu, de imediato esta minha reacção:

 “A minha intervenção é sempre de colaboração e o nosso papel é actuar em prol das populações e, por isso, tendo conhecimento dos problemas, devo aqui trazê-los.”

  

Respostas do senhor vice-presidente às questões apresentadas:

Ligação ao Monte da Estiveira

Actualmente há situações que não estão previstas nem há previsão de estarem.

Comentário:

O que está dito, dito está!

 

 








 Qual será a razão da crescente desertificação do interior?

 

ATENÇÃO

 ÁGUA DOS FONTENÁRIOS NÃO É POTÁVEL

Abastecimento de água à Estiveira

De 2002 até hoje o investimento de água e esgotos foi a prioridade na CML. Levamos água a mais de 15 mil pessoas.

Não é verdade que as pessoas tenham de se deslocar à Charneca da Nave, para se abastecerem de água.

Aliás, hoje todos os montes têm furos (afirmação corroborada pelo senhor presidente da Câmara).

Não faz sentido investir em fontenários. A água dos fontenários não é potável. 

Na Estiveira vivem 6 pessoas e nos Soídos umas 12 e há que estabelecer prioridades.

Comentário:

Tome-se nota de dois factos importantes:

Primeiro - que o senhor vice-presidente foi claro na sua afirmação: “A água dos fontenários não é potável”;

Segundo - que um aglomerado de 6 ou 12 pessoas o exclui das «prioridades» da propalada necessidade de fixar as pessoas no interior do concelho!

Abastecimento de água aos Soidos

Para o abastecimento de água a Alte e Soídos está em curso uma empreitada que irá trazer água do Monte Brito para essas localidades. 

Comentário:

Até que, um dia, a água de Monte Brito possa chegar aos Soídos, continuará a correr lodo nos fontenários de Soídos.

Risco de incêndio

Os riscos de incêndio são um facto, mas deve-se a que as pessoas não limpam o legalmente obrigatório de 50 metros em volta da casa.

Comentário:

Ficamos sem saber qual o papel desenvolvido pela Protecção Civil do concelho na prevenção de riscos de incêndio.

Cerro da Galvana

Realmente, há algum desvio, mas está a ser monitorizado e não levanta, por agora, preocupação.

Comentário:

É uma informação de certo modo reconfortante para os altenses.

Rua do Cemitério

A obra será realizada neste mandato.

Comentário:

Como o mandato deverá terminar em 2013, podemos esperar ainda uns 3 anos para que a Rua Humberto Pacheco seja, finalmente reparada.

Estacionamento do Mercado da Roupa de Quarteira

Respondeu o senhor presidente que aprova a utilização desse espaço, por parte dos tendeiros, para pernoita.

Comentário:

A intervenção do senhor presidente coincide com a posição que eu própria assumi na reunião anterior; o que coloca, afinal, os senhores presidente e vice-presidente em posições antagónicas - como se pode verificar no relato que fiz da respectiva reunião).

O que não responde à necessidade de garantir a salubridade e limpeza daquele local, instalando ali papeleiras e sanitários, como eu anteriormente sugeri.

  

- 0 - 0 - 0 - 0 - 0 -

 

publicado por hortense morgado às 21:18
link do post | favorito

*quem sou eu

*Escreva-me

Este blog foi criado para si. Serei intérprete, junto da Câmara Municipal de Loulé, dos anseios, das sugestões ou das reclamações que os munícipes queiram enviar- me. Responderei tão depressa quanto me seja possível. hortense.morgado@sapo.pt

*pesquisar

 

*Outubro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


*posts recentes

* LÍDER DA BANCADA SOCIALIS...

* REMANDO CONTRA A MARÉ

* SONHEI QUE PODERIA SER ÚT...

* REUNIÃO DE CÂMARA DE 11 A...

* REUNIÃO DE CÂMARA DE 28 D...

* REUNIÃO DE CÂMARA DE 14 M...

* DIA INTERNACIONAL DA MULH...

* Reunião de Câmara 29/Feve...

* R. CÂMARA 15/FEVEREIRO e ...

* Reunião de Câmara de 1 de...

* Reunião de Câmara de 18 d...

* Reunião de Câmara de 11/J...

* Ano Novo

* Onde começa e acaba o esp...

* DIA DE Nª. Sª. DA CONCEIÇ...

* Cartinha ao Menino Jesus

* UMAS «FÉRIAS» MERECIDAS

* Reunião de Câmara de 19 d...

* SEXTA À NOITE

* Lembram-se da História?

*tags

* mensagens

* noticias

* o meu diário

* reuniões de câmara

* todas as tags

*arquivos

* Outubro 2012

* Agosto 2012

* Abril 2012

* Março 2012

* Fevereiro 2012

* Janeiro 2012

* Dezembro 2011

* Outubro 2011

* Setembro 2011

* Agosto 2011

* Julho 2011

* Junho 2011

* Maio 2011

* Abril 2011

* Março 2011

* Fevereiro 2011

* Janeiro 2011

* Dezembro 2010

* Novembro 2010

* Outubro 2010

* Setembro 2010

* Agosto 2010

* Julho 2010

* Junho 2010

* Maio 2010

* Abril 2010

* Março 2010

* Fevereiro 2010

* Janeiro 2010

* Dezembro 2009

* Novembro 2009

*links

*Visitas desde 09.11.2

web tracking

*estar atento

blogs SAPO
RSS