Quarta-feira, 14 de Março de 2012

REUNIÃO DE CÂMARA DE 14 MARÇO

Uma vez mais, os estacionamentos de Quarteira 

No período de antes da ordem do dia de hoje, levei novamente a reunião a questão dos parquímetros em Quarteira, pois um grupo de comerciantes da zona me procurou para lamentar que, na reunião anterior, as coisas tenham sido mal expostas, não correspondendo ao que esperavam ser transmitido pelo respectivo porta-voz, acabando por não ter sido mencionado o que mais lhes interessava verem resolvido.

Máquinas sem trocos

Uma vez que os parquímetros não dão trocos, os utilizadores acabam por pagar mais do que o tempo de que efetivamente necessitam. Como 50 cêntimos se manifestam insuficientes, obrigam os utilizadores que pretendam ir ao mercado ou a um estabelecimento, a dispenderem o mínimo de um euro.

Domingos e feriados gratuitos?

Por outro lado, e apesar de aos Domingos e feriados o estacionamento ser gratuito, os parquímetros não reconhecem e “cobram” nesses dias. 

Respostas:

Como todos os parquímetros utilizados no concelho são programados para receberem as moedas correspondentes ao período de tempo que os utilizadores pretendem, parece muito difícil resolver essas situações.

Carros de combate a incêndios impedidos de aceder à Rua Bartolomeu Dias

Uma outra questão, que não foi levantada na reunião anterior e que parece grave, tem que ver com os "pins" colocados na entrada da Rua Bartolomeu Dias.

Em caso de incêndio, os carros dos bombeiros não podem entrar nesta artéria porque no início da rua, junto ao restaurante Caravela, apesar de os "pins" poderem sair, os espigões que os suportam, não saem e apresentam-se como forquilhas  que acabam por impedir a passagem dos veículos de combate a incêndios, já que lhes romperiam os pneus - segundo terão afirmado os bombeiros que acorreram a um início de incêndio que ali aconteceu recentemente.  

Resposta:

Este problema era desconhecido, uma vez que os bombeiros não deram conhecimento deste facto. O senhor Presidente afirmou que a situação vai ser analisada.

Mobilidade e estacionamento condicionados por moradores  

Ainda relacionado com a questão dos estacionamentos, neste caso, em zonas onde não se cobra estacionamento, há quem ocupe os passeios e nalguns casos mesmo a própria faixa de roda-gem, com vasos, colunas e até com correntes, para impedir que outros  estacionem junto das suas portas  ou porque pretendem reservar os lugares para si próprios.

Não sabendo quem é o responsável para obstar a esta situação - se a Junta, se a Câmara ou as autoridades policiais - manifestei a opinião de que se deveria tomar alguma atitude para evitar situações destas, que não fazem sentido e  só criam uma má imagem para a freguesia de Quarteira.

Resposta:

O senhor Presidente encarregou a senhora Vereadora Brígida Cavaco de analisar a situação.

Comentário:

É bom que se resolvam estes pequenos problemas que, todos somados, não contribuem, em nada, para melhorar a imagem da cidade.

A menos que se pense que umas "colunas jónicas" de cimento branco sejam elementos decorativos à laia de monumento...

- o - o - o - o - o -

publicado por hortense morgado às 22:44
link do post | favorito
Quinta-feira, 8 de Março de 2012

DIA INTERNACIONAL DA MULHER

 

Neste dia tão especial,

para todas as mulheres do meu concelho, uma rosa

– símbolo da mais singela homenagem.

Porque somos mães, filhas, esposas, mulheres…

Um bem-hajam a todas!

Hortense Morgado

- O – O – O – O – O -

tags:
publicado por hortense morgado às 00:05
link do post | favorito
Sábado, 3 de Março de 2012

Reunião de Câmara 29/Fevereiro

Podemos levar a mal?

É notório o progressivo afastamento dos portugueses da política que governa o nosso país.

É natural. Porque os cidadãos procuram aquilo em que acreditam; e acreditam que existem em comunidade, num país democrático.

Mas as pessoas estão fartas dos discursos dos políticos portugueses de todos os quadrantes, duma retórica repetitiva, balofa, sem ideias, muitas vezes agressiva e quase sempre demagógica.

As pessoas perdem a esperança nas sucessivas alternativas que lhes são apresentadas como as melhores, as mais bem preparadas para assumirem as rédeas desta carruagem de destino indefinido que se chama Portugal.

Elegemos pessoas que não conhecemos só porque as agremiações políticas são levadas a apresentá-las - e no-las impõem - como as mais competentes para defenderem os nossos ideais, para nos guiarem para o bem comum à sociedade.

Uns após outros, ao contrário, têm-nos conduzido para becos sem progresso, sem saída, onde, quase sempre, os valores defendidos passam a ser os valores pessoais ou de grupo restrito; e isso resulta na descredibilização da política e na recessão social de valores.

A política, que deveria sempre perseguir objectivos de bem comum, que deveria encorajar-nos a agir e interagir para a criação das melhores soluções, acaba por tornar-se, segundo a óptica generalizada, no pior inimigo da democracia e da comunidade.

É por isso que as reuniões de natureza política apresentam uma crescente e lamentável ausência por parte dos cidadãos.

Quando uma assembleia, excepcionalmente, contraria esta regra, já se sabe: há por detrás um interesse pessoal e particular, uma motivação egoísta, muitas vezes fruto de manipulação.

Foi o que aconteceu na última reunião pública da Câmara Municipal, realizada em Quarteira, com um único alvo: os estacionamentos pagos no Largo dos Corte Real, desta cidade.

Foi curioso verificar que nem todos apresentavam as mesmas razões para estarem «contra». Nem podiam: a menos de 50 metros desse estacionamento, há centenas de lugares para aparcamento gratuito… quase sempre às moscas.

Depois de, com mais ou menos acerto, alguns «representantes» de uma dúzia de comerciantes terem exposto os seus pontos de vista, a sala esvaziou e os cidadãos, tão preocupados com o «bem comum», não tiveram paciência para escutar deliberações sobre assuntos que afectam ou podem vir a afectar as suas vidas.

Ponto final. Que cada um reflicta sobre isto e extraia as suas conclusões.

Quase todos sairam antes de se entrar na ordem do dia, que, entre outros, trouxe à análise dos vereadores assuntos como:

atribuição de subsídios a várias instituições, situações dos trabalhos das empreitadas em curso, diversas situações de contratos para obras em freguesias e, particularmente, situações respeitantes à vida dos quarteirenses como:

√ a comparticipação financeira à freguesia de Quarteira ( 116.335 euros ),

√ o contrato programa com a Apromar ( 46.000 euros ) e

√ a aprovação do estudo prévio da requalificação urbanística da zona costeira poente Quarteira Vilamoura (o Passeio das Dunas).

As minhas intervenções na reunião

Antes da ordem do dia

Buraco no Corgo da Zorra

Levei ao conhecimento da Câmara que, no Corgo da Zorra, em Almancil, na berma Norte da estrada Vale do Lobo-Quinta do Lago, no cruzamento com a estrada que vai para o Garrão, existe um buraco, não assinalado, de cerca de meio metro de profundidade, causado pelas obras que aí foram executadas e que apresenta perigo para a circulação de veículos e de peões.

Na Ordem de Trabalhos

Plano de pormenor do parque de estacionamento e equipamento cultural da cidade de Loulé

Uma vez que a Câmara deliberou suspender a elaboração deste plano e determinou a rescisão do contrato de prestação de serviço, questionei sobre quanto é que a CML já despendeu com esse projecto.

Requalificação Urbanística da Zona Costeira Poente de Quarteira/Vilamoura

Perante a proposta de adiamento da discussão deste plano e pelas divergências apresentadas pelos vereadores do Partido Socialista para esta situação – que, aliás, há bastante tempo já era do conhecimento geral de toda a vereação e porque não posso concordar com mais adiamentos da obra, demarquei-me da argumentação apresentada e formulei a seguinte

Declaração oral, de voto

Como Vereadora Independente mas sobretudo como quarteirense, considero de extrema importância esta requalificação. Como todos sabem, é uma zona privilegiada da cidade de Quarteira e essa requalificação é imprescindível e quanto mais depressa for executada, melhor.

Os espaços pedonais, os espaços verdes e os espaços de lazer que vão enformar parte daquela área, trarão uma imagem de qualidade que enriquecerá o concelho de Loulé e particularmente a freguesia de Quarteira, cidade de cariz turístico, o que, cada vez mais, impera que se crie uma nova imagem. Estou convicta de que a realização do projecto em apreço vai beneficiar não só os turistas mas, sobretudo, irá proporcionar aos quarteirenses residentes, melhor qualidade de vida.

Porque o que me move como vereadora é o interesse do Município e particularmente o de Quarteira, só posso votar a favor desta proposta.

- o – o – o – o – o -

 

publicado por hortense morgado às 14:30
link do post | favorito

*quem sou eu

*Escreva-me

Este blog foi criado para si. Serei intérprete, junto da Câmara Municipal de Loulé, dos anseios, das sugestões ou das reclamações que os munícipes queiram enviar- me. Responderei tão depressa quanto me seja possível. hortense.morgado@sapo.pt

*pesquisar

 

*Outubro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


*posts recentes

* LÍDER DA BANCADA SOCIALIS...

* REMANDO CONTRA A MARÉ

* SONHEI QUE PODERIA SER ÚT...

* REUNIÃO DE CÂMARA DE 11 A...

* REUNIÃO DE CÂMARA DE 28 D...

* REUNIÃO DE CÂMARA DE 14 M...

* DIA INTERNACIONAL DA MULH...

* Reunião de Câmara 29/Feve...

* R. CÂMARA 15/FEVEREIRO e ...

* Reunião de Câmara de 1 de...

* Reunião de Câmara de 18 d...

* Reunião de Câmara de 11/J...

* Ano Novo

* Onde começa e acaba o esp...

* DIA DE Nª. Sª. DA CONCEIÇ...

* Cartinha ao Menino Jesus

* UMAS «FÉRIAS» MERECIDAS

* Reunião de Câmara de 19 d...

* SEXTA À NOITE

* Lembram-se da História?

*tags

* mensagens

* noticias

* o meu diário

* reuniões de câmara

* todas as tags

*arquivos

* Outubro 2012

* Agosto 2012

* Abril 2012

* Março 2012

* Fevereiro 2012

* Janeiro 2012

* Dezembro 2011

* Outubro 2011

* Setembro 2011

* Agosto 2011

* Julho 2011

* Junho 2011

* Maio 2011

* Abril 2011

* Março 2011

* Fevereiro 2011

* Janeiro 2011

* Dezembro 2010

* Novembro 2010

* Outubro 2010

* Setembro 2010

* Agosto 2010

* Julho 2010

* Junho 2010

* Maio 2010

* Abril 2010

* Março 2010

* Fevereiro 2010

* Janeiro 2010

* Dezembro 2009

* Novembro 2009

*links

*Visitas desde 09.11.2

web tracking

*estar atento

blogs SAPO
RSS